Embuchado Magnético

São dispositivos para fixação, que podem ser parafusados, embutidos ou colados, mesmo em ferro, sem necessidade de isolamento, o que facilita a substituição, em possíveis mudanças ou adaptações, dos tradicionais sistemas de fixação.

Com uma variedade imensa de tamanhos e capacidades, os embuchados magnéticos permitirão a existência de soluções para a sustentação e fixação das peças ferrosas em moldes para plásticos, funilaria, soldagem, montagem, galvanoplastia, usinagem, controle, de forma simples, econômica e sem nenhuma manutenção.

Estrutura dos embuchados magnéticos

Embuchados magnéticos são sistemas magnéticos construídos de forma em que se tenha o máximo de atração magnética apenas em um plano. Nenhum outro lado ou face do corpo do embuchado possui qualquer efeito magnético.

Com essa forma de construção é possível limitar o campo de atuação onde realmente será interessante termos o máximo de força magnética aplicada a peça a qual desejamos fazer o contato com o embuchado.

Os Encapsulamentos dos embuchados podem ser fornecidos nos seguintes materiais: aço 1020, inox 416, latão, inox 304, porem os materiais paramagnéticos comprometem o desempenho magnético do mesmo reduzindo drasticamente a força de atração magnética.

Força magnética

A força de atração é proporcional ao produto energia dos imãs em relação aos materiais utilizados com pólos magnéticos. Com imãs de neodímio ferro boro ou Ferrite a Bramis produz diversas configurações magnéticas.

Permeabilidade

Valores baixos de permeabilidade magnética das ligas ferromagnéticas contribuem também para a diminuição da força de atração magnética entre o embuchado e a liga que constitui a peça.

Rugosidade

A força magnética também se altera dependendo do grau de rugosidade da superfície. Materiais não magnéticos (plásticos, chumbo, inox 304, madeira, etc), colocados entre a peças e o embuchado tem o mesmo efeito que um gap formado por ar.